Dermatite de Contato - Que verniz usar?

 Dermatite de Contato

Olá Pessoal!!!

 

Há uns anos atrás, numa manhã, senti meus olhos pesados. Era como se já não tivesse sono, mas, não conseguisse acordar. Ou pelo menos, não conseguia abrir os olhos.

 Ainda me lembro do olhar de pavor do meu pai, eu mesma assustei-me ao me ver no espelho. Minhas palpebras estavam gigantes!!!

 

Bem, lá fui ao médico, e descobri que havia desenvolvido uma alergia de algumas substâncias tóxicas que estão presentes no verniz. Também conhecida como dermatite de contato. Os sintomas podem ser desde inchaço nas palpebras ou vermelhidão e coceira no pescoço, queixo ou cotovelo.

 

Conclusão, tive que dizer adeus aos vernizes comuns e fui apresentada aos vernizes hipoalergénicos.

De repente me vi numa outra realidade, tinha que pagar uma furtuna por um verniz. Já não encontrava as cores lindas que estava acostumada e minhas unhas não duravam uma semana sequer, porquê logo descascavam.

 

Fora a parte do preço, todo o resto é comum, uma vez que, as substâncias que causam a alergia dão aos vernizes durabilidade, secagem rápida e brilho.

 

Até que um dia, logo após eu chegar á Portugal, descobri os vernizes da Andreia. Apesar da dúvida, testei e qual foi a minha surpresa, minhas unhas duraram muitos dias.

 

Hoje, estou cada vez mais rendida a esta marca. A variedade e qualidade das cores são enormes, sem falar e já  falando, que o preço é dos melhores no mercado.

 

Deixo a dica!

 

Beijos e até logo

{jacomment on}

Gostou deste artigo? Partilhe com os amigos: